Quinze novas empresas têm seus produtos certificados com o Selo Amapá

bjetivo é agregar valor aos produtos de origem local. Nesta quinta-feira, 23, o governador Waldez Góes conduziu cerimônia que certificou 15 empreendimentos.

0 430

Mais quinze empresas amapaenses têm, a partir e agora, suas mercadorias ainda mais valorizadas, com o Selo Amapá – Produto do Meio do Mundo, da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá (Agência Amapá). Trata-se de um certificado que agrega valor aos produtos de origem local. As empresas foram certificadas nesta quarta-feira, 23, durante cerimônia conduzida pelo governador Waldez Góes, no Palácio do Setentrião, em Macapá. Na ocasião, também foi lançando o Guia do Investidor para orientar os empreendedores interessados em atuar em solo amapaense.

Criado em 2018, o Selo Amapá já certificou 94 empreendimentos locais. Em seu discurso, Waldez Góes ressaltou que o selo é uma forma de valorizar os produtos da região possibilitando mais geração de emprego e renda nas produções industriais, e beneficiando a economia amapaense.

Ele lembrou que para obter o certificado, as empresas precisam atender a critérios sanitários e ambientais que tornam o produto mais competitivo nos cenários local, nacional e internacional.

“Com o Selo Amapá, as pessoas podem reconhecer nas prateleiras as mercadorias produzidas pelo trabalho de amapaenses.  É nossa obrigação oferecer essas oportunidades. Também queremos que os empreendedores conheçam as vantagens que o Estado oferece para que eles cresçam, gerem mais empregos e estimulem outras pessoas a abrirem novos negócios”, frisou o governador.

As 15 novas empresas certificadas atuam em diversos setores, como artesanato, fabricação de bijuterias, comércio varejista de carne, produção de sorvetes, de farinha de mandioca, de açaí e até de chips de macaxeira.

A empreendedora Karla Pereira representou uma das mais tradicionais sorveterias de Macapá. “Para nós, receber este selo é uma honra, acreditamos que ele tornará nossos produtos ainda mais comercializáveis”, falou.

O empreendedor Denis Carmanhani faz parte de uma empresa de beneficiamento de madeira, que atua de forma sustentável, empregando mão de obra local. Para ele, o Selo Amapá vem para reforçar o trabalho das empresas sustentáveis.

“Queremos mostrar esse selo para outros estados do país e também para o mundo, pois, iremos exportar para a Europa e Estados Unidos. A certificação demonstra nosso comprometimento com a sustentabilidade e desenvolvimento social”, afirmou Carmanhani.

Guia do Investidor

O Guia do Investidor foi elaborado pela Agência Amapá para oferecer informações básicas das potencialidades locais e dados que auxiliem o investidor na tomada de decisão para a implantação de empreendimentos no Amapá. Ele apresenta dados e indicadores da economia, infraestrutura, atividades potenciais, legislações regulatória e de incentivos fiscais. Com mais de 70 páginas de conteúdo, ele está disponível para download aqui.

Fonte Original GEA
Comentários
Carregando...