Quatro balneários na capital e no interior são liberados para banho

Curiaú, Mazagão Velho, Porto Grande e Ferreira Gomes receberam nesta semana as placas sinalizando a qualidade da água para banho.

0 460

Os balneários do Curiaú, Porto Grande, Ferreira Gomes e Mazagão Velho receberam nesta semana as placas sinalizando a qualidade da água para banho. A certificação foi feita pelo Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap), que vem realizando análises nesses locais de lazer desde o final de junho. O trabalho segue até o último fim de semana deste mês.

Segundo a coordenadora de Controle e Licenciamento Ambiental do Imap, Érica Vasconcelos, a colocação das placas não significa que a situação de própria não possa mudar. Ela explicou que as coletas de água nos balneários seguem para análises semanalmente.

“Foram realizadas quatro coletas de água desses locais, e foram aprovadas como próprias para o banho. Se numa próxima coleta tiver alteração, a gente retorna ao local para sinalizar como imprópria para banho”, reforçou.

As análises verificam na água a presença de termotolerantes, especificamente o E. coli, bactéria que vive no intestino humano, mas, que não causa problema para a saúde quando está no intestino, por ser uma bactéria normal nesse local.

Porém, a presença dela na água, em contato com a pele, pode ocasionar diversos problemas de saúde, como doenças de pele, distúrbios gastrointestinais caracterizados por diarreia aquosa, e até problemas relacionados com infecções urinárias.

A coordenadora explicou que, pela legislação, se o resultado der acima de 800 colônias dessa bactéria em 100 ml de água, a mesma está imprópria para o banho.

“Com a placa sinalizando o local como impróprio, fica a critério da população usar ou não a água para o banho”, ressaltou.

As análises estão sendo realizadas em parceria com a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS/AP).

Comentários
Carregando...