POLÍCIA CIVIL PRENDE UM HOMEM ACUSADO PELO LATROCÍNIO DE UM MOTOTAXISTA OCORRIDO EM SANTANA E QUATRO PESSOAS QUE COMPRARAM OS OBJETOS DA VÍTIMA

 POLÍCIA CIVIL PRENDE UM HOMEM ACUSADO PELO LATROCÍNIO DE UM MOTOTAXISTA OCORRIDO EM SANTANA E QUATRO PESSOAS QUE COMPRARAM OS OBJETOS DA VÍTIMA

Foto: Polícia Civil do Amapá

Neste sábado, 11, a Polícia Civil do Amapá, por meio do trabalho em conjunto da 2ª Delegacia de Polícia de Santana (2ª DPS) e da Delegacia de Polícia de Pedra Branca do Amapari (DPPBA), prendeu um homem acusado, em tese, pela prática do crime de latrocínio. Além disso, os objetos da vítima foram encontrados e as quatro pessoas que os compraram foram presas em flagrante por receptação.

A vítima, identificada pela Polícia Técnico-Científica (Politec) como sendo de Luã Gonçalves de Matos, de 31 anos de idade, foi encontrada em estado avançado de decomposição no último dia 24, numa área de mata no bairro Delta do Matapi, em Santana. Luã estava desaparecido desde o dia 20 de dezembro e trabalhava como mototaxista legalizado.

Diante o fato, a Delegada Luiza Maia e sua equipe iniciaram as investigações através da coleta de elementos informativos e materiais. Em seguida, diversas diligências foram realizadas, sendo possível os rastreamentos do itinerário da motocicleta da vítima, bem como do seu aparelho celular, os quais estavam no município de Pedra Branca do Amapari, desde a madrugada do dia 21 de dezembro.

No dia 9 de janeiro, a equipe de investigação da 2ª DPS (que se deslocou até o município de Pedra Branca do Amapari), juntamente com o Delegado Antério Almeida (titular da DPPBA) e sua equipe, localizaram o aparelho celular da vítima. O homem que estava na posse do objeto disse aos policiais civis que havia comprado o celular no dia 23 pelo valor de R$250,00 (duzentos e cinquenta reais). No mesmo dia, o suspeito pelo crime foi identificado e localizado, tendo confessado a autoria do delito e repassado os nomes das pessoas que adquiriram o capacete e as peças da motocicleta da vítima.

A motocicleta, que foi negociada pelo valor de R$ 1.600,00 (hum mil e seiscentos reais), foi encontrada desmontada em uma área próxima a um sítio, localizado a 09 quilômetros da BR Perimetral Norte, em Pedra Branca do Amapari. Partes do veículo estavam submersos em um igarapé.  

“Nesse caso, tivemos 5 pessoas presas, sendo, uma delas, presa preventivamente pelo crime de latrocínio; e, as outras, presas em flagrante pela prática do crime de receptação. Agimos com integração entre as Delegacias e a Polícia Civil do Amapá conseguiu dar uma resposta aos familiares e à sociedade acerca da autoria e materialidade desse crime bárbaro”, destacou a Delegada Luiza Maia.

Fonte: Polícia Civil do Estado do Amapá

Comentar no Facebook !

Notícias Relacionadas