POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM QUE CONFESSOU TER PARTICIPAÇÃO EM QUATRO CRIMES CONTRA A VIDA

A prisão foi realizada pela Equipe de Capturas, na residência do acusado, localizada na zona norte de Macapá.

0 108

Na tarde desta quinta-feira, 02, a Polícia Civil do Amapá, através da Equipe de Capturas, prendeu Ivan Souza Macedo, de 30 anos de idade, por tentativa de homicídio.

Ivan, no ano de 2017, munido de arma branca (tipo terçado), atentou contra a vida de um homem com o qual já possuía uma antiga desavença, alegando que a vítima havia mexido com sua mulher.

Diante desse fato, a 1ª Vara do Tribunal do Júri de Macapá expediu mandado de prisão preventiva em desfavor de Ivan, o qual foi cumprido com êxito, sendo capturado em sua residência, localizada no bairro Infraero II.

“A Equipe de Capturas já estava tentando prendê-lo, mas houve um pouco de dificuldade, pois além de encanador, ele trabalha com extração de madeira nos municípios dos Estados do Amapá e do Pará. Logo, ele não possuía um paradeiro certo. Ficamos monitorando o Ivan e esperamos ele retornar à sua casa para cumprirmos o mandado de prisão”, destacou o Delegado Fábio Araújo.

De acordo com o Delegado, após a prisão, Ivan confessou, espontaneamente, ter envolvimento em mais três crimes contra a vida, tendo agido juntamente com outras pessoas que pertenciam à mesma gangue que ele, desferindo golpes em pessoas, acertando em costas, braços, cabeça.

Em uma dessas brigas confessadas pelo acusado, ele e outras pessoas, bateram em uma vítima até ela falecer. Esse crime aconteceu no ano de 2014, em um bar localizado no bairro Santa Rita, em Macapá.

“O Ivan confessou que já pertenceu a uma determinada gangue, sendo extremamente violento. Disse ainda que sempre costumava andar com terçados e se envolvia rotineiramente em brigas. Recebemos todos esses dados que ele confessou e vamos pesquisar em nossos arquivos como está a investigação desses fatos, se já foram concluídas ou arquivadas; bem como a participação dele em cada um”, explicou o Delegado.

O acusado foi encaminhado ao IAPEN, onde ficará à disposição da justiça.

Fonte Original Polícia Civil do Amapá
Comentários
Carregando...