Polícia Civil prende homem acusado de estuprar uma criança de 9 anos em Santana

0 180

Na última quinta-feira, 4, a Polícia Civil do Amapá, através da Delegacia da Infância e Juventude de Santana (DIJS), prendeu Rubens Castro dos Santos, vulgo “Babão”, de 38 anos de idade, acusado pela prática do crime de estupro de vulnerável.

A captura do acusado, decorrente de cumprimento de mandado de prisão preventiva, aconteceu, após o trabalho de inteligência, localizá-lo trabalhando como ambulante em um evento junino que acontecia na Praça do bairro Nova Brasília, em Santana.

De acordo com o delegado Ruben Neves Junior, no dia 2 do mês passado, a vítima, que é uma criança de nove anos de idade, saiu de casa para ir a uma padaria, localizada a poucos metros de distância, mas como não encontrou o que queria no local, seguiu para outra padaria. Durante o trajeto, ela foi abordada pelo acusado, sendo ameaçada com uma arma branca para que o acompanhasse. Ele levou a criança até uma região de vegetação, localizada atrás da escola Estadual Professor Rodoval Borges, distante quase 5 km do local da abordagem. No local, estuprou a criança, que foi amarrada em uma árvore.

Após a prática do crime, o acusado acompanhou a criança até as proximidades da escola onde a vítima estuda e lhe deu um estojo contendo materiais escolares como lápis, borracha e caneta, como uma forma de presenteá-la e de evitar que ela relatasse os fatos aos pais.

“Realizamos as diligências necessárias para identificar, localizar e prender o acusado. Coletamos imagens de câmeras de segurança onde é possível ver ele e a criança conduzindo suas respectivas bicicletas em direção ao local onde foi praticado o crime. A vítima reconheceu o investigado como sendo o autor do crime, sem manifestar qualquer dúvida”, destacou o delegado.

O delegado informou ainda que há outro procedimento em andamento na DIJS que apura a prática do crime de estupro de vulnerável contra duas outras crianças, no qual Rubens também é o principal suspeito.

O acusado foi encaminhado ao Iapen, onde ficará à disposição da justiça.

Comentários
Carregando...