Operação Lei seca flagra 36 condutores dirigindo alcoolizados durante a Festa de São Tiago

Foram 35 homens e uma mulher, representando 1º dos condutores abordados. Número foi menor que o registrado em 2018.

0 464

A Operação Lei Seca flagrou 36 condutores dirigindo sob efeito de álcool, do total de 3.069 pessoas que fizeram o teste no etilômetro durante a Festa de São Tiago. Foram 35 homens e uma mulher, representando 1% das pessoas abordadas. A fiscalização ocorreu entre os dias 19 e 28 de julho. Agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRE), da Polícia Militar, se concentraram Rodovia AP-010, na entrada da Vila de Mazagão Velho, onde acontece o evento religioso.

“Tínhamos uma expectativa de abordar aproximadamente dois mil condutores. No mesmo período de 2018, a Lei Seca abordou 572 condutores e, flagrou 32 sob efeito de bebida alcoólica”, comparou o coordenador da Operação Lei Seca no Amapá, major Rondinelle Marques.

Ele lembra que o condutor flagrado nessa situação está sujeito a perda de 7 pontos na carteira, a suspensão do direito de dirigir por 12 meses, além do pagamento de multa no valor de R$ 2.934,70. “Mais um ano sem vítima no trânsito e nenhum registro de acidente”, comemora o coordenador da Lei Seca.

Durante as fiscalizações, 89 condutores foram flagrados em outros artigos relacionados ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Em 2018, esse número foi menor, 19 no total. Neste ano, houve ainda a apresentação na delegacia de dois condutores pelo crime de embriaguez ao volante, mesma quantidade do ano passado. E, também, duas pessoas que foram apresentadas na delegacia pelo crime de desacato.

Comentários
Carregando...