Nova sede do 1º Batalhão da Polícia Militar será dentro do Residencial São José

Orçada em R$ 2,15 milhões, com contrapartida estadual de R$ 155 mil, a construção da nova sede já está autorizada pelo Governo do Amapá.

0 493

A Polícia Militar do Amapá (PM/AP) deverá ter uma ação mais ágil e mais próxima da população da zona sul de Macapá, a partir da nova sede do 1º Batalhão (1º BPM). A nova estrutura será edificada dentro de uma das áreas onde a polícia é mais acionada, o Conjunto Residencial São José, no bairro Novo Buritizal.

Orçada em R$ 2.153.965,19, com contrapartida estadual de R$ 155.159,49, a construção da nova sede já está autorizada pelo Governo do Amapá. A ordem de serviço foi entregue à empresa vencedora da licitação durante a solenidade que marcou o anúncio de R$ 126,2 milhões para a segurança pública do Amapá, na segunda-feira, 29.

A estrutura terá 1008m2. Contempla dois pavimentos que incluem, entre outros compartimentos, recepção, salas administrativas, sala de armamentos e carceragem. É uma superestrutura em concreto armado, elaborada de acordo com as normas de acessibilidade vigentes. O prazo de entrega da obra estabelecido pelo convênio é de seis meses.

O comandante-geral da PM/AP, coronel Paulo Matias, explicou que a localização da sede é estratégica. Com o posicionamento das equipes e viaturas numa área central da zona sul, ficará mais rápido chegar aos locais de ocorrência.

Segundo a polícia, criminosos que praticam roubos e tráfico de drogas costumam se esconder nos apartamentos, o que dificulta a localização. Com a sede do batalhão no local, ficará mais difícil a fuga para lá.

O comandante também acredita que o atendimento às ocorrências de violência doméstica será mais eficaz. “Só a presença efetiva do Batalhão já inibe muitas ações criminosas, como roubos dentro da própria comunidade e a venda de drogas. Mas, em especial, vamos poder fazer a repressão à violência doméstica – que ocorre principalmente nos fins de semana – com mais rapidez e o agressor não terá mais tanto tempo para se evadir do local. Claro que nós não vamos impedir de acontecer totalmente, mas temos certeza que vamos minimizar drasticamente esses delitos contra as mulheres. A pessoa agredida poderá denunciar direto no batalhão”, avaliou o coronel Matias.

Os responsáveis pelos projetos estruturais e concepção da nova sede do 1º Batalhão são o engenheiro Gervânio Machado e o arquiteto Marcellus Cardoso, ambos da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinf), que atualmente estão cedidos para a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Fonte Original GEA
Comentários
Carregando...