Hospital da Mulher passa o ofertar teste rápido na admissão da paciente

Sala de testagem é direcionada para a realização de testes rápidos para detectar doenças como HIV, sífilis e as hepatites A e B.

0 469

Já está funcionando desde o início do mês de agosto a sala de testagem do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML), em Macapá. O espaço é direcionado para a realização de testes rápidos para a detecção de doenças como HIV, sífilis e as hepatites A e B, já na admissão das pacientes.

“Muitas vezes as pacientes chegam aqui sem terem feito o pré-natal, ou seja, não fizeram esses testes durante a gravidez. Agora, passamos a ofertar esses testes, e, em 5 minutos, já podemos saber qual vai ser a conduta médica com a paciente”, falou o enfermeiro obstétrico e responsável técnico do setor Werbeth Lima.

A medida é necessária para que, nos casos das parturientes em que os testes forem positivos, a equipe do HMML possa tomar as medidas profiláticas necessárias para proteger, tanto a mãe quanto o bebê, durante o parto e pós-parto.

No caso de testagem positiva para HIV, por exemplo, a indicação médica é de que o parto seja cesárea, para amenizar as chances do bebê contrair o vírus. Outro cuidado é não permitir o aleitamento materno e iniciar as medicações retrovirais para diminuir a carga viral da mãe.

Recentemente, o HMML implementou a sala de estabilização para situações de emergência, que dá suporte ao Acolhimento Com Classificação de Risco (ACCR), em que nos casos de maior gravidade as usuárias poderão ser estabilizadas ainda na admissão, ou seja, assim que ela chega ao hospital, dando agilidade no atendimento e contribuindo para a redução dos índices de mortalidade.

Fonte Original GEA
Comentários
Carregando...