HOMEM QUE SIMULAVA TRABALHAR NO DETRAN É INDICIADO PELA POLÍCIA CIVIL

0 425

Nesta quarta-feira, 23, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da Capital, indiciou um homem de 46 anos de idade, pelo crime de estelionato.

Segundo foi apurado nas investigações, o homem simulava ser funcionário do DETRAN e oferecia às vítimas agilidade na tramitação de documentos e renovações no órgão.

Ele atuava em estabelecimentos comerciais no Centro e no Bairro Santa Inês em Macapá-AP.

O modus operandi consistia em adentrar em estabelecimentos comerciais simulando conversar com uma outra pessoa pelo telefone e, em um tom alto de voz, afirmava que trabalhava no DETRAN e que iria resolver o problema da pessoa (fictícia) junto ao órgão de maneira rápida.

Após encerrar a falsa ligação, algumas pessoas que estavam no estabelecimento comercial se aproximavam do homem e realizavam perguntas afetas a procedimentos junto ao órgão.

Uma das vítimas, um senhor de 60 anos de idade, disse que entregou ao estelionatário a quantia de R$ 1.000,00 (mil) reais para que sua Carteira Nacional de Habilitação fosse renovada.

Segundo o Delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, que conduziu as investigações, “é importante que as pessoas desconfiem de facilidades e de pessoas muito bem intencionadas, e caso tenham dúvida, procurar o próprio órgão e solicitar esclarecimentos”.

A pena para o crime de estelionato é de reclusão de 01 (um) a 05 (cinco) anos e multa.

Comentários
Carregando...