FISCALIZAÇÃO DO CRA-AP IMPUGNA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

0 64

O Conselho Regional de Administração do Amapá, através da fiscalização, interpôs recurso ao edital 002/2019, referente ao processo seletivo da educação profissional técnica, publicado pela Secretaria de Estado da Educação, objetivando a contratação temporária de profissionais para exercer a função de docentes, os quais deverão atender os Cursos Técnicos de Nível Médio ofertados nos Centros de Educação Profissional (CEP) e nas Escolas que ofertam Ensino Médio Integrado (EMI) à Educação Profissional Técnica da Rede Estadual de Ensino. 

O edital prevê os cargos de nível técnico com suas devidas formações específicas como informática, redes de computadores, pesca, segurança do trabalho, edificações e eletrotécnica. Quando descrito a formação para o cargo de técnico recursos humanos, por não em administração, foram admitidas todas as profissões acima descritas, exceto o técnico, tecnólogo ou bacharel em administração. Os cargos impugnados foram: técnico em recursos humanos por aceitarem o bacharel em sistemas de informação e excluírem o tecnólogo em recursos humanos e o cargo de técnico em administração pois excluíram os profissionais técnicos, tecnólogos e bacharéis em administração. “Quem elaborou o edital ignorou totalmente a legislação que rege a profissão do administrador e os cursos técnicos e tecnológicos criados pelo MEC, destaca o fiscal Adm. Nilson Melo, juntamente com o vice-presidente de fiscalização, Adm. Antônio Lima.

Fonte Original Facebook CRA-AP
Comentários
Carregando...