Construção da nova ponte da Lagoa dos índios depende de interdição parcial da Duca Serra

Rodovia será interditada parcialmente por cerca de uma hora e meia nesta quarta-feira, 17, a partir das 14h30, para que sejam colocadas máquinas na pista.

0 62

A Secretaria de Estado de Transportes (Setrap) vai precisar interditar parcialmente o trecho onde está sendo construída a nova ponte da Lagoa dos Índios, na Rodovia Duca Serra (AP-020),  zona oeste de Macapá. Será necessário colocar máquinas pesadas na pista e, por isso, o trânsito será interditado naquele trecho, a partir das 14h30 desta quarta-feira, 17, por cerca de uma hora e meia. Nesse período, o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) estará presente para coordenar o trânsito.

“Como ali é uma área alagada, nós utilizamos um caminhão munck com o apoio de uma retroescavadeira para colocar as campanas, que são bases de onde os trabalhadores poderão realizar as escavações e concretagem na tubulação que serve como base da estrutura”, explicou o secretário de Estado de Transporte (Setrap), Benedito Conceição.

O dono da empresa contratada pelo governo para execução da obra, Márcio Leão, esclareceu também que, para a realização desse trabalho, existe a necessidade da presença de uma equipe médica para dar suporte aos trabalhadores. “Quando o operário está trabalhando dentro dessa base, ele pode chegar até 60 metros de profundidade ficando abaixo do nível da água, por isso a necessidade de uma equipe médica de prontidão no local”, ressaltou.

A Setrap também trabalha em parceria com a empresa para evitar uma possível interdição total da rodovia. “Como serão quatro pistas – duas no sentido Santana/Macapá e duas no sentido Macapá/Santana – estamos tentando concluir primeiro um dos lados para depois partir para o outro, conseguindo conciliar o trânsito e evitar a interdição total da pista”, afirmou o Benedito Conceição.

Para tentar reduzir os impactos causados pelos transtornos necessários para a execução da obra, o Estado solicitou que a empresa comunique com até doze horas de antecedência sobre a realização de serviços que necessitem de interdição da pista. Além disso, alguns serviços de maior complexidade estarão sendo realizados durante a madrugada para não atrapalhar a trafegabilidade na rodovia.

De acordo com o comandante do BPRE, major Carlos Augusto Rodrigues, o objetivo desse planejamento é de que a população seja sempre avisada com antecedência sobre os serviços, podendo assim se prevenir para enfrentar o trânsito durante esse período. “Apesar de ser em um horário de menor fluxo de veículos, é importante que a população esteja avisada para evitar transtornos naquele horário em que o trânsito estará mais lento”, frisou.

Obra

A nova estrutura está inclusa no projeto de duplicação da rodovia executada pelo Governo do Amapá. A ponte precisa estar de acordo com a nova extensão da pista evitando, assim, o afunilamento do trânsito. A previsão é de que a obra seja concluída até o final deste ano.

O projeto prevê a revitalização de todo o entorno da Lagoa dos Índios, que mede 420 metros, onde serão construídas quatro pistas, ciclovia, área de contemplação, acostamento, sinalização e iluminação. A estrutura foi planejada para suportar a movimentação da água, mesmo em períodos em que a maré atinge níveis máximos de enchente, principalmente, no inverno.

Fonte Original GEA
Comentários
Carregando...