Campanhas de valorização da vida e combate às drogas já alcançaram 12 mil jovens no Amapá

Caravana da Sejuv já percorreu 12 municípios, faltando agora quatro; em casos identificados, equipe já inicia atendimentos aos jovens.

0 482

As campanhas “Valorização à Vida e de Combate ao Suicídio” e “Todos contra as drogas” já alcançaram mais de 12 mil jovens em 12 municípios amapaenses por onde passou a caravana da Secretaria Extraordinária de Políticas para Juventude (Sejuv), desde que foram iniciadas no primeiro semestre. A caravana já percorreu as cidades de Macapá, Santana, Laranjal do Jari, Vitória do Jari, Cutias do Araguari, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Ferreira Gomes, Calçoene, Amapá, Pracuúba e Itaubal do Piririm.

“Ainda neste mês de julho, a gente pretende chegar a Serra do Navio e nos distritos de São Joaquim do Pacuí, em Macapá, e na Vila de Mazagão Velho, em Mazagão. E fechamos a caravana em agosto com Tartarugalzinho e Oiapoque”, planeja o secretário Pedro Filé. “Em Oiapoque, inclusive, estamos programando uma ação conjunta nas aldeias indígenas”, acrescenta.

A caravana leva professores e psicólogos para promoverem rodas de conversas e palestras com jovens. Há também peças teatrais com o tema das campanhas e orientações para inclusão no Programa Amapá Jovem. “Em algumas ocasiões encontramos pessoas que vivem a situação. E ali mesmo com nossa equipe de atendimento já iniciamos os cuidados”, destaca Pedro Filé.

O secretário frisa que a caravana faz questão de chegar aos lugares mais afastados para alcançar o jovem onde quer que esteja e, assim, tornar as ações do governo, mais efetivas e abrangentes. Na última visita, por exemplo, a equipe foi até o distrito de Flexal, no município de Pracuúba, além da sede da cidade. Nessa comunidade, a Sejuv desenvolve atividades formativas de capoeira dentro do Programa Amapá Jovem.

“Sabemos que no interior e nas mais pequenas localidades também existem casos de suicídios e uso de drogas lícitas e ilícitas, por parte de jovens e adolescentes. E, por isso estamos levando esse tipo de ação nessas pequenas comunidades para atendermos o maior número de pessoas possível”, afirma o titular da Sejuv.

Comentários
Carregando...