Caminhada da Fé reúne promesseiros em Mazagão Velho

Percurso foi de cerca de sete quilômetros, com saída da comunidade do Ajudante. Nem a chuva desanimou os participantes.

0 431

A segunda edição da Caminhada da Fé reuniu promesseiros de São Tiago, no final da tarde de sexta-feira,19. O percurso teve cerca de sete quilômetros, com concentração e saída da comunidade do Ajudante, antes da vila de Mazagão Velho.

Este ano, além de pedir e agradecer a São Tiago por graças alcançadas, o evento teve cunho de protesto. Foi marcado por pedidos de Justiça, pelas mortes dos mazaganenses Aurelian Penha, Pedro Ramos e Valmir Silva, que tiveram as vidas interrompidas neste ano de 2019 e os autores dos crimes continuam impunes.

“É a renovação de nossa fé em São Tiago. Mas, também, é para mostrar que as famílias desses jovens estão clamando por Justiça”, falou Rita de Cássia Silva, organizadora da caminhada.

Entre as participantes, estava Amanda Chrystinne Câmara Madureira, de 24 anos, que é narradora da batalha entre mouros e cristãos, na festa. Aprovada no concurso da Polícia Militar, ela lembra que se apegou a São Tiago durante o Teste de Aptidão Física (TAF), especialmente, na execução das barras. Etapa concluída, a jovem aguarda agora a convocação para o Curso de Formação de Soldados (CFSD), que deve acontecer em agosto.

“É uma fé inexplicável, que move os mazaganenses. São Tiago é o santo de meu coração”, emociona-se.

Ciclistas, corredores e grupos de jovens também acompanharam a caminhada, que seguiu firme, mesmo debaixo de chuva. O evento encerrou por volta de 19h, na frente da igreja Nossa Senhora da Assunção, em Mazagão Velho. Os promesseiros ainda fizeram um ato religioso após o encerramento da novena.

A Festa de São Tiago

Tradição trazida da África no século 18, a Festa de São Tiago completa 242 anos em 2019, e acontece de 16 a 28 de julho. É realizada desde o ano de 1777 em Mazagão Velho, no município de Mazagão. Mistura rituais religiosos, cavalhada e teatro a céu aberto para contar a aparição de Tiago como um soldado anônimo que lutou bravamente ao lado do povo cristão contra os mouros e garantiu sua vitória.

É organizada e realizada pela comunidade local, através da Associação Cultural da Festa de São Tiago (ACFST), com apoio do Governo do Amapá e prefeitura local. Este ano, o Estado investiu R$ 692.738,40, repassados através de convênio celebrado entre a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Fundação Municipal de Cultura e Turismo de Mazagão (MazagãoCult).

Entre os órgãos de Estado envolvidos na realização da festa estão: Gabinete Civil, Polícia Militar, secretarias de Desenvolvimento das Cidades (SDC), Cultura (Secult), Turismo (Setur), Desenvolvimento Rural (SDR) e Trabalho e Empreendedorismo (Sete).

Comentários
Carregando...