Autuação de infrações de trânsito passa a ser eletrônica no Amapá

Sistema eletrônico passará a ser utilizado a partir da próxima segunda-feira, 26, por agentes da Lei Seca e Polícia Militar.

0 493

O Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Detran/AP) apresentou nesta quinta-feira, 22, os kits de talonários eletrônicos que serão utilizados pelos agentes de trânsito, a partir de segunda-feira, 26. A ferramenta é um software que vai trazer agilidade e segurança aos procedimentos.

No total, 15 equipamentos estarão disponíveis para agentes da Lei Seca, Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRE), e equipes de trânsito da Polícia Militar, que atuam nos municípios de Santana, Porto Grande, Laranjal do Jari e Oiapoque.

Segundo o diretor-presidente do Detran/AP, Inácio Maciel, trata-se de um avanço para as fiscalizações. Segundo ele, com a implantação deste novo modelo de serviço, o policial militar poderá fazer as abordagens e preencher a autuação de uma forma muito mais célere e segura, valendo-se da tecnologia, encurtando todo o trabalho que era percorrido pelo auto de infração comum, feito através do talonário de papel.

“Na forma como vinha sendo feito, demorava todo o procedimento, já que este documento ia para os batalhões, e, em seguida, circulava pelo Detran, até que fosse lançado no sistema, o que abria a possibilidade de insegurança, por conta de transitar por muitas mãos. Isso acabou gerando alguns problemas de má utilização do serviço, e, até mesmo, de desvio da finalidade. Com o talonário eletrônico, a gente vai conseguir trabalhar com muito mais segurança”, reforçou.

Ele diz que, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), outros estados já adotam o serviço.

Maciel informou que os agentes que atuam na Lei Seca e militares do BPTran e BPRE foram capacitados para manusear a ferramenta. Eles serão multiplicadores junto aos demais militares que atuam no interior.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Matias, falou que o convênio entre a instituição e o Detran vai garantir ações em conjunto, visando um trânsito mais seguro para os amapaenses.

Talão eletrônico

O talão eletrônico é um equipamento dotado de sistema informatizado (software) que permite o registro das informações relativas à uma infração de trânsito, a ser utilizada pela autoridade de trânsito ou por seus agentes, para a lavratura do Auto de Infração. Os dados são automaticamente lançados, tanto no sistema nacional, quanto estadual, e vão garantir mais celeridade nas ações dos agentes de trânsito.

Através do aplicativo, os agentes de trânsito terão acesso a todas as informações referentes ao veículo. O sistema oferece ao operador, as opções a serem preenchidas durante o auto de infração. Caso no ato da ação, o sistema não disponibilize de internet, o auto de infração poderá ser preenchido normalmente e encaminhado ao sistema, assim que o equipamento for ligado à internet. O aplicativo conta com uma ferramenta em que até três fotos poderão ser encaminhadas para a central, se o agente de trânsito julgar necessário. Todas as informações processadas no sistema serão repassadas para uma central nacional, que, de lá, distribui ao Detran/AP.

Dentre as vantagens do uso do talonário eletrônico, estão: redução de erros no preenchimento do Auto de Infração; agilidade na confecção do Auto de Infração; confecção do Auto de Infração com foto e vídeo; maior segurança ao usuário; controle de cancelamento de infrações feito pelos agentes; segurança e integridade dos dados através de criptografia; redução de atendimento ao público, deferimentos em defesa da autuação e recursos na Junta Administrativa de Recursos de Trânsito  (Jari) e Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), departamentos para onde vão as defesas de multas.

Fonte Original GEA
Comentários
Carregando...